Ladrões que explodiram bancos e lojas são do novo cangaço e usaram pólvora negra

Helicóptero está ajudando nas buscas e motoristas estão sendo abordados na cidade e em municípios próximos. Operação conta com apoio de forças policiais de GO e do MT.

A investigação sobre os ladrões, fortemente armados e que explodiram agências bancárias e lojas de Chapadão do Sul, município da região nordeste de Mato Grosso do Sul, aponta que eles fazem parte do ‘novo cangaço’ e usaram pólvora negra para barbarizar e cometer crimes, na madrugada desta quarta-feira (7).

“Nós estamos finalizando a perícia. Um helicóptero também está ajudando nas buscas e diversos motoristas também estão sendo abordados. A operação ocorre em conjunto com forças policiais de Goiás e do Mato Grosso, já que existe a suspeita de que os ladrões sejam de outros estados. Além dos dois bancos, eles também tiveram como alvo uma loja de roupas e uma ótica da cidade”, afirmou ao G1 o delegado Felipe Potter, um dos responsáveis pelas buscas.

Com metralhadoras e fuzis em mãos, em vários carros e com roupas camufladas, encapuzados e usando botas, os homens invadiram a cidade. “Duas equipes do Garras [Delegacia Especializada em Repressão à Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros] foram para lá e eu também estou a caminho. Os policiais já apuraram que eles usaram pólvora negra, que é uma espécie de artefato caseiro, para explodir os locais”, ressaltou Fábio Peró, titular da unidade policial, em Campo Grande.

G1MS/Graziela Rezende

Comentários estão fechados.