Homem assassinado em 2011 em avenida de Paraíso das Águas escondia crimes macabros, estupros e até cárcere privado

A macabra história de uma família que residiu em Paraíso das Águas em 2011, será contada neste domingo em rede nacional.

Ninguém imaginava à época, em 2011, que um homem desconhecido assassinado na avenida principal de Paraíso das Águas escondia uma história macabra, envolvendo estupro e até cárcere privado. Um homem de 59 anos, foi assassinado com várias facadas pelo próprio colega de trabalho. Ao amanhecer o dia, os comerciantes e moradores da Avenida Manoel Rodrigues da Cruz, se depararam com uma cena de terror. O corpo da vítima estava caído no canteiro central da avenida. Ele morreu de joelhos.

O que ninguém sabia é que por trás desta trágica história é que após 7 anos tornaria uma história macabra contada em rede nacional, é que o Programa “A Hora do Faro”, que será exibido na Record TV, neste domingo (14/10).

O site Chapadense News, de responsabilidade do jornalista César Rodrigues, conta parte da história macabra que segue:

Uma moradora de Chapadão do Sul que ficou cerca de 22 anos  vivendo praticamente encarcerada, sendo abusada sexualmente desde os 9 anos pelo padrasto, terá a triste história revelada do programa do apresentador Rodrigo Faro no domingo (14). O caso veio à tona após ela procurar a equipe da policial civil Maria Campos, especializada na localização de pessoas desaparecidas que achou sua mãe na cidade paulista de Mirandópolis 22 anos após a separação.  O relato é chocante – de muito sofrimento humano – que reporta as monstruosidades praticados por psicopatas na forma de pai que mantiveram filhas em cativeiro por cerca de 30 anos em porões como escravas sexuais na Europa e Estados Unidos

britonews

Comentários estão fechados.