Bombeiro prende médico que se recusou a receber paciente

Um médico de 31 anos acabou na delegacia de polícia na noite desta quinta-feira (13) depois de se recusar a receber um paciente na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Universitário, em Campo Grande. O médico recebeu voz de prisão de um sargento dos bombeiros.

Informações do boletim de ocorrência são de que por volta das 23 horas equipes do Corpo de Bombeiros chegaram à unidade de saúde com um paciente que estava com a coluna travada. A regulação de vaga já havia sido feita por uma médica e indicava a UPA do Universitário.

Quando chegaram ao local foram recebidos pelo médico na frente da unidade dizendo que não iria receber o paciente porque o local estava lotado. Foi argumentado pelo sargento que já tinha a regulação feita e a senha de atendimento para a vítima.

Mesmo assim, o médico disse que levasse o paciente para outra unidade de saúde, momento em que o bombeiro pediu para que o médico avaliasse a vítima e, então, redirecionasse o paciente a outra UPA.

O médico não avaliou o paciente e continuou afirmando que não iria receber ninguém na unidade. O sargento avisou a ele que iria dar voz de prisão por omissão de socorro e o fez.

O médico se recusou a ir com os bombeiros para a delegacia e foi chamada a Polícia Militar para fazer a condução dele.

Na delegacia, o médico foi autuado por omissão de socorro e o paciente redirecionado para o posto de saúde da guaicurus

 

 

 

* Thatiana Melo – Midiamax

Comentários estão fechados.