Assassino da Pedra Branca foi condenado 12 anos de reclusão

Sidinei Quintana (43) o homem que matou Amanda Souza Barbosa (34) em maio de 2020 na comunidade do Pedra Branca foi condenado a 12 anos de cadeia em regime fechado e indenização de R$ 50 mil por danos morais à família da vítima.

O júri foi presidido pelo juiz Dr. Sílvio Prado tendo como representante de acusação pelo Ministério Público o promotor Matheus Cartapatti. Na Defensoria Pública atuou Ernany Andrade Machado. O júri foi composto por 6 homens e uma mulher.

RELEMBRE O CASO NO LINK ABAIXO:

Policia Civil esclarece homicídio e roubos na comunidade Pedra Branca em Chapadão do Sul