Câmara faz a maior devolução de duodécimo da história de Chapadão do Sul R$ 2,5 milhões

Os vereadores de Chapadão do Sul entregaram na noite desta quinta-feira 13, ao prefeito municipal, um cheque simbólico no valor de R$ 2.590.000.00 (dois milhões e quinhentos e noventa mil reais) referente à devolução de duodécimo, das sobras dos repasses realizados mensalmente ao Legislativo.

O valor que voltou aos cofres públicos deve ser aplicado, na construção do Paço Municipal do município, orçado em R$ 6 milhões.

O prefeito municipal elogiou a austeridade da Câmara e o comprometimento dos vereadores, por gastar de forma consciente o dinheiro público. Ele destacou que a Câmara de Vereadores de Chapadão do Sul é um exemplo para outros municípios do estado. Krug afirmou que certamente deve ser uma das Câmaras que menos gasta no Estado de MS e, que a exemplo deles, o dinheiro também será aplicado na construção do Paço Municipal.

“Este é o maior valor já devolvido pelo Legislativo, batemos um recorde. Durante todo ano de 2018 procuramos administrar a Câmara Municipal com o máximo de responsabilidade e muita economia. Logo que assumi a Câmara a palavra chave dessa gestão foi ECONOMIZAR! Foi uma tarefa árdua principalmente diante da dificuldade financeira que o nosso País se encontra! Fizemos uma parceria para que o Poder Executivo pudesse contar conosco. E assim com muita força de vontade de todos os vereadores vencemos. Como Presidente, mantive a conduta transparente e econômica, sempre preocupado com um Chapadão Melhor! Agradeço de coração a todos que se esforçaram para que isso acontecesse e hoje estamos dando um exemplo de como é possível administrar com responsabilidade. Este valor de R$ 2.590.000.00, será destinado para que o prefeito João Carlos Krug, possa aplicar na construção do Paço Municipal, que assim que estiver pronto, vai trazer uma economia grande aos cofres do município, que vai deixar de pagar alugueis”. Afirmou o presidente Antonio Assunção

O Vice-prefeito Dr. João Roque Buzoli, secretários municipais, autoridades civis e militares, também participaram da sessão.

Comentários estão fechados.