Servidores da Câmara de Costa Rica vão ganhar abono de R$ 200 em dezembro

Os 14 servidores do Poder Legislativo de Costa Rica-MS vão ganhar um “dinheirinho” a mais no final de 2018. A Câmara Municipal aprovou o Projeto de Resolução (PR) n° 019/2018, de autoria da Mesa Diretora, que concede um abono (complemento salarial) de R$ 200 para cada um dos funcionários da Casa de Leis.

O abono será pago no mês de dezembro, junto com o salário mensal e o 13º dos servidores. Todos os funcionários do Legislativo Municipal têm direito ao benefício, incluindo efetivos e comissionados.

No último dia 26 de novembro, a Câmara aprovou o Projeto de Lei (PL) n° 1.250/2018, de autoria do prefeito Waldeli dos Santos Rosa (MDB), que autorizou a concessão de abono de R$ 150 para os servidores efetivos e comissionados do Executivo de Costa Rica, além de R$ 100 para os estagiários do programa Jovem Aprendiz da Prefeitura que cumprem carga horária de 6h diariamente, e R$ 50 para os aprendizes que trabalham 4h por dia. Na ocasião, ao votar favorável à proposta, o vereador Lucas Lázaro Gerolomo (PSB) sugeriu que os funcionários do Legislativo também fossem contemplados com o mesmo benefício.

“Sabendo que o nosso presidente (José Augusto Maia Vasconcellos, o Dr. Maia) é sempre bondoso, sempre generoso, eu sugeri que o benefício fosse estendido também para os funcionários da Casa”, explicou Lucas.

A Mesa Diretora da Câmara acatou o pedido do vereador Lucas e posteriormente apresentou o PR n° 019/2018, propondo um abono de R$ 200 para cada servidor da Casa de Leis. O projeto foi aprovado na sessão legislativa realizada na noite de segunda-feira (10/12), por unanimidade de votos dos edis costarriquenses.

“A presente proposição tem por objetivo reconhecer os esforços dos servidores que se empenharam em produzir um trabalho eficiente, garantindo a minimização de custos e gastos no funcionamento do Legislativo Municipal. O valor representa um incremento salarial para os nossos servidores, em um período importante do ano, no qual muitos deles vão festejar o Natal e o Ano Novo ou mesmo viajar. Ademais, a concessão do abono que propomos vai gerar um custo total de R$ 2.800,00 (dois mil e oitocentos reais), considerando que a Câmara possui dois servidores comissionados e outros 12 funcionários efetivos”, segundo consta em um trecho da justificativa que acompanha o PR n° 019/2018.

 

 

 

Fonte:Assessoria

Comentários estão fechados.