Dois morrem em confronto com a polícia; são 6 mortos em 10 dias no Estado

Roubo de moto, na noite desta quarta-feira (6), terminou em troca de tiros e dois mortos em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. O veículo foi recuperado em assentamento próximo a fronteira com a Bolívia. Com esse caso, são seis os mortos em confronto com a polícia nos últimos 10 dias no Estado

De acordo com o Diário Corumbaense, o proprietário do veículo foi rendido quando entrava em sua residência no Bairro Nova Corumbá. Armados, um adolescente de 17 anos e Leonardo Valentim Cruz, 19 anos, ameaçaram atirar contra a cabeça da vítima caso ele reagisse.

O confronto com a polícia ocorreu, por volta das 21h, quando a dupla estava em direção ao Assentamento Taquaral. Estradas vicinais próximas da comunidade dão acesso à fronteira com a Bolívia, porém a rota de fuga foi interceptada por policiais militares. Houve troca de tiros.

A major PM Katiane Almeida contou que os criminosos entraram em área com mato alto e foram localizados feridos. Ambos chegaram a ser socorridos pelos policiais, porém morreram a caminho do pronto socorro municipal. Nenhum policial se feriu na ação.

Junto com a moto recuperada, foi apreendido um revólver calibre 32. O registro policial da dupla incluia desobediência, receptação e roubo.

OUTROS CASOS

As outras quatro mortes ocorridas durante confronto policial aconteceram em Campo Grande. No dia 28 de dezembro, dois assaltantes morreram em troca de tiros com Batalhão de Choque, na BR-060, saída para Sidrolândia. ​Os assaltantes estavam em uma picape Strada que havia sido roubada no Bairro Taveirópolis.

No dia 30 de dezembro, outros dois foram mortos. Dessa vez, um adolescente de 16 anos e Fabrício Cosmo de Souza, 23 anos, foram mortos no bairro Aero Rancho. Os dois eram suspeitos de participação na morte do jovem Thiago Martins da Cruz, de 24 anos, que reagiu a um assalto, no bairro Coophamat, na Capital.

 

 

 

Correio do Estado